HomeMundo CristãoQuem é Deus para a geração do milênio?

Quem é Deus para a geração do milênio?

Uma nova pesquisa do Centro de Pesquisa Cultural da Arizona Christian University sugere que existe uma ambivalência em relação ao Cristianismo entre os millennials

A pesquisa, que é o terceiro lançamento do relatório Millennials in America: Novos Insights sobre a Geração de Influência Crescente (conteúdo em inglês), descobriu que 65% dos millennials professam ser cristãos. A média nacional nos Estado Unidos é de 69%.

Os millennials ou geração do milênio, nasceram entre 1980 e 1995, e são a primeira geração com acesso à internet e com o mundo dos smartphones. São aqueles que estão entre 25 e 40 anos, dividida em dois grupos: os velhos millennials que nasceram anterior a internet e viram a internet avançar e os mais novos, que já nasceram com o advento da internet.

“A graça de Deus é um escândalo para quem não a conhece”, diz pastor
Como reconectar os jovens à fé?

Embora 59% dos millennials tivessem uma visão favorável de Jesus Cristo, eles viam o cristianismo mais como um sistema moral para ser uma pessoa boa do que como um compromisso de seguir a Cristo.

De acordo com a pesquisa, a indiferença é atribuída a uma variedade de fatores, incluindo suas visões sobre a Bíblia e a igreja. Por exemplo, apenas metade dos Millennials viam a Bíblia (51%) e a fé cristã (50 %) de maneira favorável.

Foto: Márcio Martins e Kely Schmidel (M2 fotografia)

A desconfiança dos pastores, a noção de que os cristãos são hipócritas e a incerteza sobre como a antiga fé se aplica a uma sociedade pós-moderna também contribuíram para a ambivalência da geração do milênio em relação ao cristianismo.

Os millennials também demoram a aceitar o cristianismo como uma cosmovisão abrangente e coesa. Um relatório anterior do Centro de Pesquisa Cultural descobriu que apenas 4% da geração possui uma cosmovisão bíblica.

A pesquisa observou que os millennials desvinculados da fé eram os menos propensos a se envolver em práticas cristãs. Cerca de quatro em cada 10 jovens adultos participaram de um culto religioso ou evento de adoração (41%), passaram pelo menos uma hora lendo a Bíblia (40%) ou doaram dinheiro para uma igreja, centro religioso ou organização baseada na fé (40%). Por outro lado, pelo menos seis em cada 10 adultos mais velhos se envolveram em práticas religiosas no último mês.

Apesar de não se sentir atraído pelo Cristianismo, a maioria dos millennials não se considera ateísta. O estudo descobriu que 25% dos jovens adultos viam o ateísmo de maneira favorável, em comparação com 31% que viam o ateísmo de forma negativa ou não tinham opinião sobre ele.

Descobriu-se que apenas 35% dos jovens adultos mantêm essa crença. Além disso, mais da metade da geração do milênio ou millennials (56%) acredita que a verdade moral é subjetiva, e não objetiva.

O diretor de Pesquisa do CRC, Dr. George Barna, explicou que o desafio apresentado entre os jovens adultos hoje é uma questão de cosmovisão.

“Dada a pesquisa mostrando que 24 em cada 25 Millennials não possuem uma cosmovisão bíblica, a solução mais lógica é ajudá-los a compreender o papel da cosmovisão e então abraçar a cosmovisão bíblica,” explicou o experiente pesquisador.

Fonte: Comunhão Por Marlon Max

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -

Popular