HomeColunistaPARA REFLETIR: O que aprendemos em tempos de crise

PARA REFLETIR: O que aprendemos em tempos de crise

A humanidade vive nos dias de hoje, momentos​ difíceis em que predomina a desconfiança, o medo, a angústia e a depressão. Em decorrência da eminência do contágio do Covid-19, uma verdadeira pandemia de coronavírus, que se estabeleceu no mundo em que vivemos ocasionando aos mais frágeis a morte. ​

Diante de alguns princípios bíblicos concluímos que, independente das circunstâncias, retiramos alguns aprendizados que era impossível de serem diluídos pela classe dominante. Vemos e percebemos que a higiene pessoal, a limpeza dos objetos de nosso local de residência e trabalho contribuem com o norte em ter a utilização adequada dos equipamentos de proteção individual, tais como luvas, máscaras, álcool em gel e as medidas de proteção coletivas, limpeza de áreas públicas, o recolhimento social e a ajuda humanitária para as populações mais carentes. Contudo, o momento tratado com circunstâncias nos remete a aprender com essa crise instalada no momento. ​

Trazendo do espírito bíblico, recordamos Salomão, homem da Bíblia que adquiriu sabedoria da parte do Senhor. Ele declara em Eclesiastes​ 7.14​: “No dia da prosperidade goza do bem, mais no dia da adversidade considera.” Raramente pessoas mudam quando estão nos dias bons, aliás, a tendência é se acomodar, ou por vivermos essa prosperidade constante pode acabar gerando dentro de nós uma independência. ​

Acreditamos que o dia mau vem também com alguns propósitos de colocarmos um freio em determinadas coisas que nos ensina sobre humildade e até mesmo nos fazendo analisar por certos comportamentos e decisões em nossas vidas no dia a dia. Então, é fato dizer que dias bons e maus vêm para todos os viventes, sejam eles crentes ou ateus. Desse modo,​ ​a realidade é que nesse exato momento muitos já estão vivendo uma crise mental, familiar, social, espiritual e financeira.

Falamos isso, por conclusão analógica em que a pandemia demonstra neste momento um poder de promover ou desprover a depender da sua preparação e uma análise real dessa assertiva. Além do mais, falamos de homens​ ​na Bíblia que nos ensinam como lidar com a crise.

Apontamos, assim, o exemplo de Noé que se preparou para um grande dilúvio que estava por vir. Em outro momento bíblico, falamos de José que se preparou quando soube que viriam 7 anos de farturas e, logo em seguida, 7 anos de miséria sobre a terra. E dizemos mais, Daniel que foi pego de surpresa e foi lançando na cova dos leões e não morreu por ter se preparado espiritualmente além de experimentar um grande livramento de Deus no dia da sua crise. E a prova maior de amor, realizada por nosso Senhor Jesus Cristo que se preparou no Getsêmani para salvar a humanidade. ​

Exemplos como esses aqui citados, nos ensinam que, independente da nossa classe social e financeira, a crise nos atinge dentro da realidade de cada um. Pelo fato do inimigo Covid-19 (coronavírus) se apresentar sem demonstrar rastros físicos, entendemos que somente quem está preparado para os dias difíceis, irá prosperar neste tempo de crise. ​

Enxergamos, por fim, essa situação de momento no mundo como uma grande oportunidade de real aprendizado, como foi o caso de Davi que viu o gigante como uma oportunidade e a partir dali a vida dele já não era mais a mesma. Quem não se preparou já está sofrendo as retaliações da falta de trabalho, acúmulo de dívidas, tomando-se por desespero, ocasionando desentendimento familiar e, até mesmo, abandonando a Deus.

Salomão disse em dias maus considere, ou seja, reflita, pare e pense.

Aprendemos com essa crise, pois muda as circunstâncias com alterações reflexas e de toda a humanidade também.

Deus abençoe​.

Fonte: Portal Zoe News

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -

Popular