HomeMundo CristãoCarta de menino de 7 anos para Jesus, escrita na 2ª Guerra...

Carta de menino de 7 anos para Jesus, escrita na 2ª Guerra Mundial, é encontrada na França

O documento de 82 anos foi escrito por Pierre, pedindo que o Senhor protegesse seu pai no campo de batalha e acabasse com a guerra.

Uma carta de um menino de 7 anos para Jesus, escrita há 82 anos no início da Segunda Guerra Mundial, foi encontrada em uma casa na França. O coração puro de uma criança e a fé sincera encontrados no documento, datado de 17 de dezembro de 1939, está comovendo muitos hoje.

O autor da carta se chamava Pierre, da cidade de Mazamet em Tarn (sul da França), e escreveu para pedir que Jesus guardasse meu pai no campo de batalha e acabasse com a guerra.

“Querido pequeno Jesus, para me preparar para a minha primeira comunhão, peço-lhe que não me traga brinquedos este ano; quero fazer este sacrifício para lhe agradecer e pedir que cuide de papai e acabe logo com a guerra, para que ele não seja mais forçado a ir para longe, onde a luta está acontecendo. Menino Jesus, espero por ti! Abençoe todos aqueles que eu amo”

, diz a carta.
A carta, escrita há 82 anos, foi encontrada em uma velha mesinha de cabeceira numa casa da França. (Foto: FaithPot).

A carta do menino de fé foi encontrada numa velha mesinha de cabeceira numa casa da França pelos seus atuais moradores. A família ficou tocada com a história de Pierre e quis encontrá-lo. Então, a filha dos novos donos da casa, Laura, compartilhou o caso nas redes sociais com o propósito de encontrar o autor e devolver sua carta endereçada a Jesus.

LEIA +

“Encontramos um pequeno tesouro escondido em um móvel antigo da casa. Gostaríamos de encontrar o proprietário ou um membro de sua família para lhe dar esta carta muito comovente”, escreveu Laura no post.

A família não tinha muitas informações que ajudassem na busca por Pierre, apenas seu nome, a data e o local, e o nome do irmão mencionado no documento, Joseph. Eles já tinham procurado mais dados com o antigo proprietário da residência, na diocese e na escola municipal da região, mas o esforço não teve sucesso.

Foi graças à publicação no Facebook de Laura, compartilhada por mais de 7 mil usuários, que a família conseguiu entrar em contato com a filha de Pierre. E assim, descobriram que Pierre ainda morava em Mazamet e que havia escrito a carta aos 7 anos.

Fonte: Faithpot

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

- Advertisment -

Popular